Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/3083
Type: Dissertação
Title: Depressão em professores: um estudo sobre fatores de adoecimento e estratégias de enfrentamento
Author(s): Marinho, Marcelo Pedro 
First Advisor: Albuquerque, Alessandra Rocha de
Summary: O transtorno depressivo é uma das causas mais expressivas de afastamento do trabalho, considerado pela OMS como o segundo maior fator incapacitante para o trabalho no mundo. Dentre os trabalhadores afetados por este transtorno, os professores se destacam, com taxas de depressão de aproximadamente 17% entre os professores brasileiros enquanto o índice de depressão para a população em geral é de 4,4%. O presente estudo teve por objetivo descrever fatores relacionados ao trabalho que professores, afastados por depressão, atribuem ao seu processo de adoecimento e quais as estratégias de enfrentamento utilizadas pelos mesmos. A Análise do Comportamento é a abordagem da psicologia que norteou a pesquisa neste processo investigativo, por meio de metodologia de análise de documentos e questionário aplicado com os professores, dentre o período de janeiro de 2016 a dezembro de 2021, identificando e descrevendo os fatores ambientais e contingências em comum. Para tanto, foi aplicado um questionário junto a 12 professores que já tinham gozado de licença médica por diagnóstico de depressão, dentre as 20 escolas da rede pública do município de Vilhena, Rondônia. Os professores apontaram a falta de equipamentos e recursos pedagógicos (58,3%), o excesso de carga de trabalho (41,7%), com média de 58,58 horas/semana e a política educacional de desvalorização do trabalho docente (33,3%) como fatores do trabalho que contribuíram para a depressão. A maioria dos professores (91%) relatou realizar psicoterapia; 75% dos participantes afirmaram ter realizado consulta psiquiátrica e fazer uso de medicamentos. A realização de tratamento conjunto, psicológico e psiquiátrico, foi relatada por 58,3% dos participantes. Dentre os pesquisados, metade apresentou recaídas com novos episódios de depressão. Esses dados corroboram os de pesquisas anteriores e do compêndio de psiquiatria (Kaplan & Sadock, 2017). Adicionalmente ampliam os resultados de outros estudos na medida em que não há estudos anteriores a respeito de depressão em professores do município estudado.
Abstract: Depressive disorder is one of the most expressive causes of absence from work, considered by the WHO as the second largest disabling factor for work in the world. Among the workers affected by this disorder, teachers stand out, with depression rates of approximately 17% among Brazilian teachers, while the depression rate for the general population is 4.4%. The present study aimed to describe work-related factors that teachers, on leave due to depression, attribute to their illness process and which are the coping strategies used by them. Behavior Analysis is the psychology approach that guided the research in this investigative process, through the methodology of document analysis and a questionnaire applied to teachers, from January 2016 to December 2021, identifying and describing environmental factors and common contingencies. Therefore, a questionnaire was applied to 12 teachers who had already taken sick leave due to a diagnosis of depression, among the 20 public schools in the city of Vilhena, Rondônia. Teachers pointed out the lack of equipment and teaching resources (58.3%), the excess workload (41.7%), with an average of 58.58 hours/week and the educational policy of devaluation of teaching work (33 .3%) as work factors that contributed to depression. Most teachers (91%) reported performing psychotherapy; 75% of the participants said they had had a psychiatric consultation and used medication. The performance of joint psychological and psychiatric treatment was reported by 58.3% of the participants. A mong those surveyed, half had relapses with new episodes of depression. These data corroborate those of previous research and the compendium of psychiatry (Kaplan & Sadock, 2017). Additionally, they expand the results of other studies insofar as there are no previous studies on depression in teachers in the studied municipality.
Keywords: Professores
Análise do comportamento
Enfrentamento da depressão
Fatores depressivos
Trabalho docente
Behavior analysis
Coping with depression
Depressive factors
Teaching work
Teacher
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Programa Stricto Sensu em Psicologia
Citation: MARINHO, Marcelo Pedro. Depressão em professores: um estudo sobre fatores de adoecimento e estratégias de enfrentamento. 2022. 90 f. Dissertação (Programa Stricto Sensu em Psicologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2022.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/3083
Document date: 8-Jul-2022
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarceloPedroMarinhoDissertacao2022.pdfDissertação686.16 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.