Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2896
Type: Tese
Title: Comparação entre marcadores inflamatórios e densidade mineral óssea em pacientes idosos com doença renal crônica submetidos à hemodiálise convencional ou diária
Author(s): Tavares, Fernanda Silveira 
First Advisor: Gomes, Lucy de Oliveira
First co-advisor: Rosa, Thiago dos Santos
Summary: Introdução: cada vez mais novos marcadores biológicos estão sendo descobertos como preditores de inflamação, piora da saúde óssea e aumento de risco cardiovascular em pacientes renais crônicos terminais sob terapia substitutiva. Entretanto, pouco se pesquisa se, neste contexto, haveria alguma modalidade que fosse melhor que outra, no sentido de diminuir os fatores inflamatórios, reduzir o turnover ósseo e, por conseguinte, diminuir o risco cardiovascular nestes pacientes. Objetivos: observando isso, nosso trabalho objetivou comparar os marcadores de inflamação em pacientes com doença renal crônica entre as modalidades diária e convencional. Materiais e métodos: trata-se de um estudo transversal, analítico e quantitativo, em pacientes idosos através de um pareamento ativo de banco de dados existente, cujas amostras biológicas foram coletadas em clínicas privadas de hemodiálise em Guarulhos e em São Paulo. Após aprovação pelo Comitê de Ética, totalizouse um número de 178 pacientes, 92 em hemodiálise diária e 86 em hemodiálise convencional. Foram comparados parâmetros metabólicos e inflamatórios, densidade mineral óssea e uso de medicamentos. Resultados: os resultados destas comparações foram expressivos e estatisticamente significativos, apontando a hemodiálise diária como mais fisiológica, com menor controle pressórico, menor ganho de peso interdialítico, melhor estado nutricional e com melhores preditores de força, o que implica em maior sobrevida, melhor qualidade de vida e redução de internação e morte por doença cardiovascular. Conclusão: acreditamos que este trabalho seja um pontapé para outros, longitudinais e prospectivos e que possam de fato demonstrar o tamanho de efeito conduzido nesta pesquisa.
Abstract: Introduction: More and more new biological markers are being discovered as predictors of inflammation, worsening bone health and increased cardiovascular risk in end-stage renal disease patients undergoing replacement therapy. However, there is little research on whether, in this context, there would be any modality that would be better than another, in terms of reducing inflammatory factors, reducing bone turnover and, therefore, reducing cardiovascular risk in these patients. Objectives: In view of this, our study aimed to compare inflammation markers in patients with chronic kidney disease between daily and conventional modalities. Materials and methods: this is a cross-sectional, analytical and quantitative study in elderly patients through an active pairing of an existing database, whose biological samples were collected in private hemodialysis clinics in Guarulhos and São Paulo City. After approval by the Ethics Committee, there were a total of 178 patients, 92 on daily hemodialysis and 86 on conventional hemodialysis. Metabolic and inflammatory parameters, bone mineral density and medication use were compared. Results: the results of these comparisons were expressive and statistically significant, pointing to daily hemodialysis as more physiological, with less blood pressure control, less interdialytic weight gain, better nutritional status and better strength predictors, which implies longer survival, better quality of life and reduction of hospitalization and death due to cardiovascular disease. Conclusion: we believe that this work is a kick for others, longitudinal and prospective, and that they can indeed demonstrate the effect size conducted in this research.
Keywords: Hemodiálise diária
Densitometria óssea
Doença renal crônica
Marcadores inflamatórios
Hemodiálise convencional
Conventional hemodialysis
Chronic kidney disease
Inflammatory markers
Bone densitometry
Daily hemodialysis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Programa Stricto Sensu em Gerontologia
Citation: TAVARES, Fernanda Silveira. Comparação entre marcadores inflamatórios e densidade mineral óssea em pacientes idosos com doença renal crônica submetidos à hemodiálise convencional ou diária. 2021.139 f. Tese (Programa Stricto Sensu em Gerontologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2021.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2896
Document date: 29-Jun-2021
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FernandaSilveiraTavaresTese2021.pdfTese14.94 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.