Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2877
Type: Dissertação
Title: A trajetória da taxa de juros Selic e a tomada de riscos nos investimentos dos regimes próprios de previdência social: uma análise no período de dez/2011- dez/2019
Author(s): Nascimento, Cristiano Pereira do 
First Advisor: Prado, Hércules Antônio do
First co-advisor: Ferneda, Edilson
Second Advisor-co: Silva, Thiago Christiano
Summary: A Constituição de 1988 facultou aos entes públicos da federação a adoção de um regime de previdência exclusivo aos servidores públicos titulares de cargos efetivos da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, incluídas suas autarquias e fundações. Uma parte considerável dos entes públicos optaram pela criação do seu regime próprio, sendo atualmente 2.138 Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) ativos no Brasil. Juntos possuem 10,5 milhões de beneficiários, entre ativos, aposentados e pensionistas. De acordo com dados da Secretaria de Previdência So-cial, as reservas previdenciárias dos RPPS são superiores a R$ 380 bilhões, dos quais R$191,5 bilhões estão aplicados em fundos de investimentos. Contudo, em estudo realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU, 2019), foi identificado um déficit atuarial de aproximadamente R$ 4,7 trilhões em Dez/2018 nos institutos previdenciá-rios dos Estados, Municípios e do Distrito Federal. O presente trabalho se insere nesse contexto, com o foco na gestão dos ativos previdenciários. A queda da taxa de juros na economia brasileira observada ao longo das últimas duas décadas, principalmente a partir de 2015, aumentando o desafio dos gestores de recursos dos RPPS uma vez que a diferença entre meta de rentabilização destes recursos e a taxa básica de juros torna-se cada vez maior. O conceito de prêmio de risco, que associa um retorno ex-cedente à taxa livre de risco, no caso a taxa Selic, levaria os gestores dos RPPS a buscarem uma exposição crescente na volatilidade em seus investimentos. Os resul-tados alcançados no estudo mostram que a despeito da redução da taxa Selic a partir de 2011, reduziu-se a volatilidade dos investimentos dos RPPS. Foi aplicado o modelo de regressão com dados em Painel, tendo como variáveis a volatilidade das carteiras de investimentos dos RPPS (variável dependente), a taxa Selic, e a diferença entre a meta atuarial dos RPPS e a Selic (variáveis independentes).
Abstract: The 1988 Constitution allowed the public entities of the federation to adopt an exclusive social security regime for public servants who hold effective positions in the Union, the States, the Federal District and the Municipalities, including their autarchies and foun-dations. A considerable part of the public entities opted for the creation of their own regime, currently 2,138 Private Social Security Schemes (RPPS) are active in Brazil. Together they have 10.5 million beneficiaries, among active, retired and pensioners. According to data from the Social Security Secretariat, the RPPS pension reserves are over R $ 380 billion, of which R $ 191.5 billion is invested in investment funds. How-ever, in a study carried out by the Federal Court of Accounts (TCU, 2019), an actuarial deficit of approximately R $ 4.7 trillion in Dec / 2018 was identified in the social security institutes of the States, Municipalities and the Federal District. The present work is part of this context, with a focus on the management of social security assets. The drop-in interest rates in the Brazilian economy observed over the last two decades, mainly from 2015, increasing the challenge of RPPS resource managers, since the difference between the target for the profitability of these resources and the basic interest rate makes becoming bigger and bigger. The risk premium concept, which associates an excess return to the risk-free rate, in this case the Selic rate, would lead RPPS man-agers to seek increased exposure to the volatility of their investments. The results achieved in the study show that despite the reduction in the Selic rate as of 2011, the volatility of RPPS investments has reduced. The regression model with Panel data was applied, having as variables the volatility of the RPPS investment portfolios (dependent variable), the Selic rate, and the difference between the RPPS actuarial target and the Selic (independent variables).
Keywords: Riscos
Investimentos
Gestão de ativos
Política monetária
Previdência social
Monetary policy
Asset allocation
Pension fund
Investment
Risk
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
Program: Programa Stricto Sensu em Governança, Tecnologia e Inovação
Citation: NASCIMENTO, Cristiano Pereira do. A trajetória da taxa de juros Selic e a tomada de riscos nos investimentos dos regimes próprios de previdência social: uma análise no período de dez/2011- dez/2019. 2021. 82 f. Dissertação (Programa Stricto Sensu em Governança, Tecnologia e Inovação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2021.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2877
Document date: 18-Feb-2021
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Governança, Tecnologia e Inovação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CristianoPereiradoNascimentoDissertacao2021.pdfDissertação2.92 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.