???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2686
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Associação do trabalho voluntário e da capacidade funcional em idosos longevos
???metadata.dc.creator???: Felix, Katiane Duarte 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Alves, Vicente Paulo
???metadata.dc.description.resumo???: A proporção da população idosa no Brasil está aumentando, de modo que os idosos longevos (com faixa etária de 80 anos ou mais) é o grupo mais expressivo. Os longevos podem ser acometidos por doenças crônicas degenerativas que afetam a realização das atividades de vida diária, prejudicando, assim, a independência e autonomia dessa população. Nesse sentido, o envelhecimento ativo pode retardar o aparecimento das incapacidades e preservar a capacidade funcional dos idosos. O trabalho voluntário é uma alternativa que proporciona aos idosos a promoção da saúde física e mental, o aumento das relações sociais e possibilita a manutenção da autonomia, permitindo aos idosos longevos sentirem-se úteis e ativos. Este estudo trata-se de uma pesquisa quantitativa observacional analítica e descritiva. Com o objetivo de analisar a associação entre o trabalho voluntário e a capacidade funcional em idosos longevos. A coleta de dados ocorreu no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal, em Taguatinga-DF, e no Laboratório de Avaliação Física e Treinamento da Universidade Católica de Brasília, de março de 2016 a junho de 2017. Foram selecionados 103 idosos longevos, que responderam aos questionários das escalas de atividade básica de vida diária (ABVD), instrumental (AIVD) e avançadas(AAVD) e realizaram o teste de desempenho físico SPPB. Destes, 9 realizavam trabalho voluntário e responderam a uma entrevista estruturada para identificação do perfil e percepção dos idosos voluntários . Os resultados foram expressos por frequência relativa, teste de Qui-quadrado e o teste de Mann Whitney, para uma análise comparativa entre os grupos. Os idosos longevos apresentaram predominância do sexo feminino, 66% dos idosos voluntários realizam suas atividades voluntárias em instituições religiosas, os idosos longevos voluntários e os não voluntários são independentes nas ABVD, porém nas AIVD , AAVD e no teste SPPB não apresentaram diferença significativa. Concluiu-se que analisar a capacidade funcional relacionada ao trabalho voluntário não contribuiu para o envelhecimento ativo dos idosos longevos, no entanto, existe referencial teórico consolidado que mostra que podem influenciar. E que os idosos longevos voluntários se sentem ativos e saudáveis em suas percepções.
Abstract: The elderly proportion population in Brazil is increasing every year. In fact, the long-living (age 80 and over) are the most expressive of them. They can be easily compromised by degenerative diseases which can affect the day-to-day activities, ending up harming the autonomy of this population. In this context, active aging can prevent the functional incapacities of the elder. The voluntary work is an alternative that promotes physical and mental health, increases social relationship and makes possible for them to keep the autonomy allowing the long-living to fill useful and active. This study is a quantitative, observational, analytical and descriptive research. As aim of this work was to analyze the relation between voluntary work and the functional capacities of this long-living elder. The data collection curried from March 2016 to June 2017 in Cardiologic Institute of Distrito Federal in Taguatinga – DF and in Laboratory of Physics and Training evaluation in Universidade Católica de Brasília. 103 long-living was selected and answered the inquiry of basic daily tasks scale, instrumental and advanced and SPPB physical performance was conducted. 9 of the 103 were engaged in voluntary work and they answered a structured interview to identify the profile and perceptions of the elderly volunteers. The results were expressed in relative frequency, Chi-squared test and Mann Whitney test for a comparative analysis between groups.The elderly had a predominance of female sex, 66% of the elderly volunteers performed their voluntary activities in religious institutions, the long-lived elderly volunteers and the non-volunteers were independent in the basic activity of daily living, but in the instrumental activities of daily living , advanced daily living activities and in the SPPB test, there were no significant differences .The functional capacities of voluntary work have not contributed for active aging of long-living, however that are theoretical references that shows it might has influence. And that elderly long-time volunteers feel active and healthy in their perceptions.
Keywords: Longevidade
Envelhecimento
Trabalho voluntário
Voluntary work
Longevity
Ageing
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Escola de Saúde e Medicina
???metadata.dc.publisher.program???: Programa Stricto Sensu em Gerontologia
Citation: FELIX, Katiane Duarte. Associação do trabalho voluntário e da capacidade funcional em idosos longevos. 2017. 58 f. Dissertação (Programa Stricto Sensu em Gerontologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2017.
???metadata.dc.rights???: Acesso Restrito
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2686
Issue Date: 28-Nov-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KatianeDuarteFelixDissertacaoParcial2017.pdfDissertação (Parcial)776.06 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.