???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2596
???metadata.dc.type???: Tese
Title: Efeitos de um protocolo de treinamento periodizado sobre determinantes de desempenho e citocinas em atletas de elite e corredores recreacionais
???metadata.dc.creator???: Barros, Edilberto dos Santos 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Rosa, Thiago dos Santos
???metadata.dc.description.resumo???: Introdução: A corrida de resistência é um gesto natural importante para a espécie humana por ter contribuído para sua sobrevivência. A sobrevivência dependia da caça e da coleta de alimentos, que exigia um padrão prevalente de atividade física, provavelmente praticada em base diária, que incluía exercícios prolongados, na forma de corrida submáxima, intercalada por outras de alta intensidade. Estudos voltados para a avaliação dos efeitos da corrida sobre os indicadores de desempenho estão consolidados há muito tempo, enquanto que os relacionados ao sistema imunológico só começaram a ser investigados pela ciência na década 1980. Objetivo: Investigar os efeitos de um protocolo de treinamento periodizado sobre determinantes de desempenho com duração de 16 semanas, sobre indicadores determinantes de desempenho: VO2máx., LAn e EC, e sobre os níveis circulantes de mediadores inflamatórios IL-6 e IL-10. Metodologia: 23 corredores de resistência, do sexo masculino, divididos em dois grupos: Atletas-GA (N=11), 32,3±4 anos de idade, e Recreacionais-GR (N=12), 32,1±6 anos de idade, foram submetidos avaliações de indicadores de desempenho: VO2máx., LAn e EC, e de mediadores inflamatórios: IL-6 e IL-10, antes, durante e após um macrociclo de treinamento com duração de 4 meses. Análise estatística: A normalidade e homogeneidade das variâncias foram avaliadas por meio de testes de Shapiro-Wilk e Levene, respectivamente. Todos os dados apresentaram distribuição normal e homogeneidade das variâncias, exceto as interleucinas, que foram avaliadas pelo teste de frequência absoluta de McNemar e teste exato de Fischer para a significância de mudanças (i.e. testes para duas amostras relacionadas). Os resultados foram expressos em média e (±) desvio padrão. Para comparação das variáveis de caracterização da amostra (i.e atletas x corredores recreacionais) foi aplicado teste t de student para amostras independentes. As medidas com interação entre e intragrupos foram comparadas por meio de uma ANOVA para medidas repetidas. Os procedimentos foram realizados com o auxílio de um softwares Statistical Package for the Social Sciences para Windows 21.0 (SPSS 21.0) e GraphPad Prism 6. O nível de significância foi fixado em 5% (p<0,05). Resultados: Melhoras significativas foram observadas na comparação entre os momentos pré e pós macrociclo, teste (T1) e (T3), em ambos os grupos, para o VO2máx (p=0,00), respectivamente. Os níveis de IL-6 ficaram abaixo dos valores de detecção nos três momentos (T1, T2 e T3), em ambos os grupos, enquanto níveis de IL-10 apresentaram aumento significativo de frequência absoluta, quando comparados os momentos pré (T1) com o momento pré (T3) (p=0,038) entre todos os sujeitos. Conclusão: Foi observada melhora significativa no VO2máx e aumento de frequência absoluta de IL-10, quando comparados os momentos: pré (T1) e pós macrociclo (T3), entre todos os sujeitos.
Abstract: Introduction: The endurance race is an important natural gesture for humanity for having contributed to their survival. The survival depended on hunting and gathering food, which required a prevalent pattern of physical activity probably practiced on a daily basis, which included prolonged exercise in the submaximal running form, interspersed with other high intensity. Studies aimed at assessing the effects of race on performance indicators have long been consolidated, while those related to the immune system have only begun to be investigated by science in the 1980s To investigate the effects of a periodic training protocol on performance determinants lasting 16 weeks on performance indicators: VO2max., LAn and EC, and on the circulating levels of IL-6 and IL-10 inflammatory mediators. Methodology: 23 runners resistance (endurance), male, divided into two groups: athletes-AG (N = 11), age (32.3±4 years age, VO2máx (ml∙kg-1∙min-1) 65, 6 ± 6.5) and recreational group-RG (N = 12), aged 32.1±6.4 years age, VO2máx (ml∙kg-1∙min-1) 46±4.7, were submitted to evaluations of performance indicators: underwent performance indicators of ratings: Maximum consumption of oxygen (VO2máx), anaerobic threshold (AT), and race economy (ER) and circulating inflammatory mediators: IL-6 and IL-10 before, during and after a training macrocycle lasting 4 months. Statistical Analysis: The variances normality and homogeneity were evaluated by Shapiro-Wilk and Levene tests, respectively. All data showed normal distribution and variance homogeneity, except interleukins, which were assessed by the McNemar absolute frequency test and Fischer's exact test for significance of changes (i.e., tests for two related samples). The results were expressed as mean (±) standard deviation. It was applied Student's t test for independent samples for comparison the sample characterization variables. The repeated measures interaction between and within groups were compared using ANOVA. Comparison of interleukins, without normal distribution (p <0.05) was Comparison of interleukins, the normal distribution without (p <0.05), which were evaluated by absolute frequency McNemar test and Fisher's exact test for the significance of changes (test for two related samples). The procedures were performed with the software Statistical Package aid for Social Sciences for Windows 21.0 (SPSS 21.0) and Graph Pad Prism 6. The significance level was set at 5% (p<0.05). It was observed significant improvements in the comparison between the pre- (T1) and after (T3), in both groups, the VO2máx. (P=0.001) and (p=0.003), respectively). IL-6 levels were lower the detection values at three different times (T1, T2 and T3), in both groups, while IL-10 levels showed a significant increase in the frequency, when compared to pre- (T1) with prost time (T3) (p=0.038) among all subjects. Conclusion: There was a significant improvement in VO2max and an increase in the absolute frequency of IL-10, when pre (T1) and post macrocycle (T3) were compared.
Keywords: Corrida
Inflamação
Limiar anaeróbio
Consumo máximo de oxigênio (VO2máx)
Maximum oxygen consumption (VO2máx)
Anaerobic threshold
Inflammation
Running
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Escola de Saúde e Medicina
???metadata.dc.publisher.program???: Programa Stricto Sensu em Educação Física
Citation: BARROS, Edilberto dos Santos. Efeitos de um protocolo de treinamento periodizado sobre determinantes de desempenho e citocinas em atletas de elite e corredores recreacionais. 2019. 140 f. Tese (Programa Stricto Sensu em Educação Física) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2019.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2596
Issue Date: 5-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EdilbertodosSantosBarrosTese2019.pdfTese2.51 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.