Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2494
Type: Dissertação
Title: Jovens expostos à violência intrafamiliar e percepções sobre a escola: um estudo comparativo
Author(s): Ferreira, Carlos Magno do Carmo 
First Advisor: Dravet, Florence Marie
Summary: A violência contra a criança e o adolescente e suas consequências no processo escolar tem atraído um interesse crescente de educadores, psicólogos educacionais e profissionais da saúde. Entretanto, observa-se um número reduzido de pesquisas na área educacional. Este estudo investigou a relação entre o sentido da escola e a vitimização em vários tipos de violência, tais como: violência urbana, negligência dos cuidadores e responsáveis e maus-tratos sofridos pelas crianças e adolescentes em seu contexto familiar. A violência intrafamiliar contra crianças e adolescentes é classificada conforme a maneira que é praticada, o tipo de autor que a pratica e o local da prática. As situações de risco psicossocial têm provocado o crescimento das violências. Esta é uma pesquisa de abordagem quantitativa, que utilizou a base de dados da Pesquisa Nacional sobre Fatores de Risco e Proteção da Juventude Brasileira (2005), realizada em seis capitais brasileiras e no Distrito Federal. A base de dados dessa pesquisa foi formada de 109 questões de múltipla escolha que foram respondidas por 7482 jovens alunos do ensino médio e utilizada para investigar aspectos de vários temas. Com base nisso, este estudo selecionou e investigou a percepção de 446 jovens que se declararam expostos à violência intrafamiliar sobre o sentido da escola em suas vidas e comparou com a percepção daqueles 1141 jovens que se declararam não expostos à esta violência. Resultados enfatizam a importância da família e da escola como parte de uma rede de proteção para as crianças e os adolescentes. Os resultados indicam que os jovens expostos à violência intrafamiliar faltaram a mais dias letivos, quase metade chegaram à reprovação, avaliaram negativamente o nível de confiança na escola, viram desvantagem em estudar na escola pública e tiveram visão negativa em gostar de ir à escola. O estudo também indica que a exposição à violência intrafamiliar não se configura como provável fator para que o jovem dê ou não importância ao estudo no presente e no futuro. Os resultados mostram que os jovens expostos à violência têm confiança nos amigos da escola e que apesar da desconfiança nos professores, confiam na instituição escola, porém pouco mais da metade acredita ter condições de entrar na universidade. Para esses jovens, o curso superior é classificado com elevada importância na realização pessoal, porém ponderam que somente através do ensino da rede particular poderão ingressar na universidade. O estudo enfatizou a importância da família, da escola e de redes sociais formadas por pessoas com alta significância como sujeitos que podem interferir, de forma positiva, na formação uma rede de proteção, no desenvolvimento de crianças e adolescentes e indicando-as como indutoras de resiliência.
Abstract: Violence against children and adolescents and their consequences in the school process has attracted a growing interest from educators, educational psychologists and health professionals. However, there is a small number of research in the educational area. This study investigated the relation between school sense and victimization in various types of violence, such as: urban violence, neglect of caregivers and those responsible and mistreatment suffered by children and adolescents in their family context. Interfamily violence against children and adolescents is classified according to the way it is practiced, the type of author who practices it and the place of practice. The situations of psychosocial risk have provoked the growth of violence. This is a quantitative approach research, which used the database of the National Survey on Risk Factors and Protection of Brazilian Youth, carried out in six Brazilian capitals and in the Federal District. The database is comprised of 109 multiple choice questions that were answered by 7482 young high school students and used to investigate aspects of various topics. This study selected and investigated the perception of 446 young teenagers who declared themselves exposed to interfamily violence on the meaning of school in their lives and compared with the perception of those 1141 young teenagers who declared themselves not exposed to this violence. Results emphasize the importance of family and school as part of a safety net for children and adolescents. The study indicates that young people exposed to interfamily violence they missed more school days, almost half came to disapproval, negatively assessed the level of confidence in school, were disadvantaged in studying in public school and had a negative view of liking going to school. The study also indicated that exposure to interfamily violence does not constitute a probable factor for the youngster to give importance to the study in the present and in the future. The results show that young people exposed to violence have confidence in school friends and that despite their distrust of teachers, they trust the school institution, but little more than half believe they have the conditions to enter university. The college is classified with high importance in the personal fulfillment, but they think that only through the education of the private network they can enter the university. The study emphasized the importance of family, school and social networks formed by people with high significance as subjects that can positively interfere in the formation of a protection network, in the development of children and adolescents and indicating them as inducers of resilience.
Keywords: Família
Violência
Escola
Crianças
Jovens
Resiliência
Family
Violence
School
Children
Youth
Resilience
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
Program: Programa Stricto Sensu em Educação
Citation: FERREIRA, Carlos Magno do Carmo. Jovens expostos à violência intrafamiliar e percepções sobre a escola: um estudo comparativo. 2018. 88 f. Dissertação (Programa Stricto Sensu em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2018.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2494
Document date: 29-Aug-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CarlosMagnodoCarmoFerreiraDissertacao2018.pdfDissertação1.49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.