Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2468
Type: Tese
Title: Educação, migrações e sociabilidades juvenis bolivianas em São Paulo e Buenos Aires
Author(s): Dias, Danilo Borges 
First Advisor: Meneses, Carlos Ângelo de
Summary: As juventudes bolivianas e suas sociabilidades são o foco da presente pesquisa. Objetivou-se saber como se dão as relações no ambiente escolar entre os jovens bolivianos radicados em São Paulo e Buenos Aires com seus pares nacionais. Da mesma forma, buscou-se identificar como são constituídos os mecanismos de sociação e sociabilidades entre estes jovens, suas visões sobre o papel da escola e da educação, bem como, observar como as relações entre estes jovens são ressignificadas a partir de suas relações cotidianas e, por fim, quis-se saber se entre as duas realidades observadas existem situações que permitam afirmações conjuntas para ambas. A abordagem metodológica assentou-se em bases qualitativas, tendo o uso da etnografia, valendo-se ainda de grupos focais e entrevistas em profundidade. Os principais referenciais teóricos foram Georg Simmel, Paul Willis, Pierre Bourdieu e Paulo Freire. Sinteticamente, os resultados obtidos destacam que as sociações e sociabilidades entre os jovens bolivianos, incialmente, se dão pela entrada exclusiva do teto da nacionalidade, ramificando-se, na sequência, para elegibilidades variadas a partir do gosto e da própria relação do jovem com o meio. O papel da escola, também, mostrou-se como uma variável com várias bifurcações, oscilando, com maior intensidade, entre uma consistente desvinculação dos conteúdos trabalhados nas aulas com a realidade que vivem os jovens, passando por um elemento de preparação para o futuro até e, em menor proporção, como um elemento de vida e de real função para o presente. Observou-se também que os jovens bolivianos das duas cidades, mesmo que apresentando forte tendência para a vida intra-comunitária vinculada às ancestralidades, ressignificam seus laços na medida em que crescem e se desenvolvem com base nos vínculos estabelecidos com as sociedades receptoras. Por fim, destacamos que existem macro-situações que aproximam as realidades de São Paulo e Buenos Aires, mas também identificamos variáveis onde tais fenômenos se desenrolam às suas próprias maneiras, não nos abrindo espaços para afirmações conjuntas.
Abstract: The Bolivian youth and its sociability are the aim of this search. It is focused to know how is the school environment among Bolivian students living in São Paulo and Buenos Aires with their hosts. It also concerns to identify how are the sociation and socialization mechanisms built among this youth, their vision about the roles of the school and the education, as well as observe how this relationships between this young people have a new meaning based on their daily experiences, and, lastly, it wonders whether exist or not, observing this two different realities, situations which allow combined statements to both of them. The methodological approach is set on qualitative basis, using the ethnography, group discussion and in-depth interviews. The main theoretical sources are George Simmel, Paul Willis, Pierre Bourdieu and Paulo Freire. Synthetically, the results show that the sociation and socialization among these young Bolivians, initially, happen exclusively by the entrance of the nationality roof, branching, lately, by the varied eligibility of its likes and the relation of this young ones with their environment. The role of the school also shows itself as a variable with many bifurcations, oscillating, with bigger intensity between a persistent disassociation of the topics worked in class and the realities of this young people, passing through some element of preparation for the future until, in a minor proportion, as an element of life and a real function for the present. This search also observed that, even though the young Bolivians from the two cities present a strong inclination to an intra-community way of life, connected to ancestry, they create a new meaning of how to relate with others as they grow and develop themselves with basis on the established links with the receptor society. Finally, it features that there are macro situations which get closer to the realities of São Paulo and Buenos Aires, but it is possible to identify variables which these phenomenons happen in their own way, making impracticable combined statements.
Keywords: Migração
Educação
Juventude
Sociabilidade
Socialization
Education
Migration
Youth
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
Program: Programa Stricto Sensu em Educação
Citation: DIAS, Danilo Borges. Educação, migrações e sociabilidades juvenis bolivianas em São Paulo e Buenos Aires. 2018. 244 f. Tese (Programa Stricto Sensu em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2018.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2468
Document date: 19-Jun-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DaniloBorgesDiasTese2018.pdfTese1.76 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.