Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2166
Type: Tese
Title: Responsabilidade com a saúde: um estudo por meio das representações sociais e de marcadores biológicos das glândulas tireoide e pâncreas
Author(s): Bontorin, Marisa do Carmo 
First Advisor: Faleiros, Vicente de Paula
Summary: Existimos como corpo e, portanto, como saúde. Logo, o modo de existir é escrito inexoravelmente na saúde do corpo. A heterogeneidade de incidências que podem modificar a qualidade da saúde instiga a pesquisar como as pessoas assumem a responsabilidade com o tema. Não se pode acreditar em uma gratuidade total da natureza para que a saúde se verifique. Faz-se necessária uma posição responsável, coerente, atualizada e mantida cotidianamente. O objetivo foi estudar a responsabilidade com a saúde, de um grupo de mulheres, na perspectiva das Representações Sociais e estabelecer uma articulação com marcadores biológicos das glândulas tireoide e pâncreas. A pesquisa é de caráter qualitativo, transversal e descritivo. O grupo pesquisado foi composto de 25 mulheres que compareceram a uma Clínica particular de Dermatologia e Nutrologia localizada em Brasília, para consulta médica nestas especialidades. Para a coleta de dados foi usada uma entrevista abrangendo questões sobre o tema saúde, além da dosagem sérica dos hormônios tireoestimulante (TSH) e insulina. Os dados foram analisados com auxílio do instrumental do software Iramuteq (Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires). As Representações Sociais de saúde identificadas foram analisadas em relação a 3 variáveis de identificação (idade, estado civil e escolaridade). As Representações Sociais de saúde de todo o grupo pesquisado foram organizadas em 5 classes: a) atividade física na promoção da saúde, com destaque para a necessidade da assiduidade nas práticas esportivas; b) trabalho modificando a saúde, com relevo para o compromisso de melhorar as condições do ambiente laboral; c) relacionamentos interpessoais e lazer, em prol da responsabilidade com as relações, inclusive nos momentos de descontração porque estes também podem interferir na saúde; d) estética corporal, que salienta a beleza do corpo como um dos componentes da saúde e e) cuidados com a alimentação, ressaltando que não se pode prescindir da atenção com o poder nutritivo dos alimentos, mas com parcimônia em relação às quantidades consumidas. Foram analisadas as Representações Sociais e as variáveis de caracterização dos marcadores biológicos. Constatou-se que as Representações Sociais em articulação com os valores dosados de TSH variaram de destaque aos hábitos alimentares, prática esportiva e cuidados com o ambiente laboral à ideia de que a obesidade, tabagismo e insatisfação com o trabalho fazem parte de um ciclo vicioso lesivo à saúde. Em articulação com os valores dosados de insulina as Representações Sociais variaram da necessidade do equilíbrio nas diversas dimensões da vida à verificação de que o estresse é um estado potencialmente nocivo à saúde. A pesquisa trouxe à tona múltiplas perspectivas de pensar e de se responsabilizar com a saúde, afora diversas faces e modos de agir para estar bem.
Abstract: We exist as a body and, therefore, as health. Thus, the way of existing is written ineroxably in the health´s body. The heterogeneity of occurences that may modify the quality of health incites to research how people take over the responsability with the theme. One can not believe in a total gratuitousness of nature so that health can be verified. It is necessary a responsible position, coherent, updated and daily kept. The goal was to study the responsability towards health, in a group of women, through the perspective of Social Representations and establish an articulation with biological markers from thyroid gland and pancreas. The research has a qualitative as well as quantitative, transversal and descriptive character traits. The researched group was composed by 25 women who attended to a Private Practice of Dermatology and Nutrition located in Brasilia for a doctor's appointment in those fields. An interview comprehending issues related to the health theme was used for the data collection, besides the serum level of thyroid stimulating hormone (TSH) and insulin. The data was analyzed with assistance from the instrumental Iramuteq software (Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires). The identified Social Representations in Health were analized regarding 3 identification variables: (age, marital status and schooling). The Social Representations of health from all the researched group were organized in 5 categories: a) physical activity in health promotion, emphasizing the necessity of diligence in sports' practicing; b) work modifying health, with distinction to the commitment of improving the conditions of the labour environment; c) interpersonal relationships and leisure, in favour of the responsability to the relationships, even in relaxing moments, since they can also interfere in health; d) body esthetics which highlights the beauty of the body as one of the components of health; e) nutrition care, emphasizing that one can not do without the attention to the nutritive power of food, although with parsimony when it comes to the quantity intake. Social Representations and the characterization variables of biological markers have been analyzed. It was certified that Social Representations in articulation with the measured values of TSH ranged the prominence from nutrition habits, sportive practice and the care of the labour environment to the idea that obesity, smoking and working insatisfaction are part of a vicious cycle harmful to health. In articulation with the dosage insulin values, the Social Representations varied from the balance need in the many dimensions of life to the confirming evidence that stress is a potential noxious state towards health. The research brought to light multiple perspectives of thinking and being responsible to health, besides a diversity of expressions and ways of acting in order to be well.
Keywords: Saúde
Tireoide
Pâncreas
Representações sociais
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Parents: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Escola de Saúde e Medicina
Program: Programa Strictu Sensu em Psicologia
Citation: BONTORIN, Marisa do Carmo. Responsabilidade com a saúde: um estudo por meio das representações sociais e de marcadores biológicos das glândulas tireoide e pâncreas. 2017. 120 f. Tese (Programa Stricto Sensu em Psicologia) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2017.
Access Type: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2166
Document date: 16-Mar-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarisadoCarmoBontorinTese2017.pdfTese1.79 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.