???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2038
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Efeito de cinco dias de acampamento de férias e três meses de acompanhamento sobre fatores de risco cardiovascular e estilo de vida em crianças com sobrepeso e obesidade
???metadata.dc.creator???: Rauber, Suliane Beatriz 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Campbell, Carmen Sílvia Grubert
???metadata.dc.description.resumo???: O comportamento sedentário, aliado à má alimentação, tem atingido cada vez mais crianças, adolescentes e suas famílias em todo o mundo. A redução drástica do tempo dedicado à movimentação ativa e espontânea, aliada à má alimentação, tem gerado grande preocupação dos profissionais que se dedicam à prevenção de doenças como obesidade, diabetes e hipertensão arterial na infância e adolescência. Programas educativos têm sido considerados uma ferramenta importante para a melhora deste quadro. O objetivo do estudo foi avaliar os impactos de um Programa Recreativo de Educação em Saúde Infantil (PRESI), desenvolvido por meio de um acampamento e acompanhamento, com encontros semanais, sobre fatores de risco cardiovascular e mudanças no estilo de vida em crianças com sobrepeso e obesidade. O PRESI foi dividido em duas fases, na FASE 1 envolveu um acampamento de férias de cinco dias, denominado ACAMP, e a FASE 2 compreendeu 12 semanas de acompanhamento com um encontro semanal totalizando 12 encontros de duas horas cada (12 semanas). Participaram do ACAMP 20 crianças (9 meninos e 11 meninas; 9,4±1,1 anos), e destas, 12 (9,4±0,96 anos) participaram também do acompanhamento durante 12 semanas. Foram mensuradas variáveis antropométricas, da pressão arterial e frequência cardíaca de repouso, além da realização do teste de estresse térmico Cold Pressor Test, coletas sanguíneas para avaliação de variáveis bioquímicas (glicemia, lipemia e apolipoproteínas A-1 e B), nível de atividade física, consumo alimentar, qualidade do sono e nível de conhecimento sobre saúde. Para a comparação entre pré e pós-acampamento foi utilizado o teste t de student (t) e para três momentos (pré e pós-ACAMP e 12 semanas), que apresentaram distribuição normal, foi utilizado ANOVA para medidas repetidas. Usou-se o teste d’Cohen para verificar a magnitude das respostas pela amostra ser pequena. Para comparação de proporções de alimentos entre os grupos, foi empregado o teste McNemar. Foi adotado p<0.05 para diferenças estatisticamente significativas. Resultados da Fase 1: Redução significativa da PAS (115,15±10,40 vs 105,80±8,58mmHg) e da PAD (77,10±9,26 vs 70,00±6,49mmHg) foi observada quando os momentos pré vs pós ACAMP foram comparados respectivamente (p<0,05). Quando comparamos pré e pós ACAMP observamos que: o HOMA Beta apresentou uma diminuição de 56,2% (98,8); do perfil lipídico a média do CT diminuiu 18,95 mg/dl, do LDL 9,7mg/dl, do Não HDL 16,15 mg/dl e triglicerídeos 27,05 mg/dl; e as APO A1 e B tiveram uma queda média de 8%(-10,3 mg/dl) e 9%(-7,6 mg/dl), respectivamente. Fase 2: a PAS de repouso reduziu 8,92mmHg e 6,58mmHg e a PAD 1,67mmHg e 2mmHg após ACAMP e as 12sem, respectivamente, quando comparadas com o momento pré. A insulina basal média caiu 5,59 μUI/ml após o ACAMP, quando comparado com o pré e esses valores se mantiveram reduzidos após as 12 semanas. CT diminuiu 13,4% após o ACAMP (p<0,003) e 18,9% após 12 semanas e a APO A1 teve uma queda de 9,42mg/dl pós ACAMP (p=0,31) e 4,42mg/dl (p=0,59) após 12sem, quando comparados com pré. O NAF total aumentou (16,95%, 172,99 METs) e dentre os tipos de AFs que tiveram maiores aumentos, o Lazer foi o que melhorou significativamente, tanto durante a semana (NAFLDS aumento de 26,06%, p< 0,001) como no final de semana (NAFLFS aumento de 14,1%, p< 0,001). Houve queda no tempo sedentário durante a semana de 1585,71±208,58 para 1408,57±174,10min (p = 0,004) e durante o final de semana o tempo reduziu de 282,14±41,23 para 240,71±36,17min (p < 0,001). O escore da qualidade do sono diminuiu após as 12 semanas (58,46±4,87 para 50,52±4,63, p=0.074) e o nível de conhecimento sobre educação em saúde relação ao pré aumentou 16,7% pós ACAMP e 19,12% após 12 semanas (p0,05). Concluiu-se que cinco dias em um acampamento e 12 encontros de educação em saúde, com prática de atividade física e incentivo ao estilo de vida saudável contribuíram para redução e manutenção da massa corporal, redução de fatores de risco cardiovascular como pressão arterial de repouso, CT, triglicérides. Com isso, ocorreu a melhora no estilo de vida das crianças, com aumento no NAF e diminuição do tempo destinado às atividades sedentárias, melhora na qualidade do sono e escolha por alimentos mais saudáveis.
Abstract: Sedentary behavior, coupled with poor diet has increasingly reached children, teenagers and their families worldwide. The drastic reduction in the time devoted to active and spontaneous movement has been a matter of great concern among professionals who are dedicated to the prevention of diseases in children and adolescents, since the sedentary lifestyle has contributed to the increasing incidence of obesity and chronic diseases such as hypertension. Educational programs have been considered an important tool to improve this situation. The objective of the study was evaluate the impacts of a Recreational Education Program in Children’s Health (PRESI) through a camp, weekly meetings and by the use of an application on metabolic control, cardiovascular responses, physical fitness, level of knowledge about healthy habits, lifestyle changes of children with overweight and obesity. The PRESI was divided into Phase 1 involved a five-day summer camp called ACAMP, and PHASE 2 comprised 12 weeks of follow-up with a weekly meeting totaling 12 meetings of two hours each (12 weeks). ACAMP participated in 20 children (9 boys and 11 girls; 9.4 ± 1.1 years), and of these 20 children, 12 (9.4 ± 0.96 years) also participated in the follow-up during 12 weeks. Anthropometric, blood pressure and resting heart rate were measured in addition to the completion of the thermal stress test Cold Pressor Test, blood collections for evaluating biochemical variables (glucose, lipemia and apolipoproteins A-1 and B), level of physical activity , food intake, sleep quality and level of knowledge about health. For pre and post camp comparison we used the Student t test (t) and three times (pre and post ACAMP and 12 weeks), with normal distribution, it used ANOVA for repeated measures. We use the test d'Cohen to verify the magnitude of the responses by the sample is small. For comparison of food proportions between groups, we used the McNemar test. Was adopted p <0.05 for statistically significant differences. Results Phase 1: Significant reduction in SBP (115.15 ± 10.40 vs 105.80 ± 8,58mmHg) and DBP (77.10 ± 9.26 vs 70.00 ± 6,49mmHg) was observed when pre- vs. post ACAMP were compared respectively (p <0.05). When comparing pre and post ACAMP observed that: HOMA beta showed a decrease of 56.2% (98.8); lipid profile was decreased CT 18.95 mg / dl, LDL 9,7mg/dL, non-HDL 16.15 mg/dL and triglycerides 27.05 mg / dl; and APO A1 and B had an average decrease of 8% (- 10.3 mg / dl) and 9% (- 7.6 mg/dL), respectively. Phase 2: the resting PAS reduced 8,92mmHg and 6,58mmHg and 1,67mmHg 2 mmHg and DBP after ACAMP and 12 weeks, respectively, when compared with the pre times. The average basal insulin fell 5.59 μUI / ml after ACAMP compared with the pre and these values remained low after 12 weeks. CT decreased 13.4% after ACAMP (p <0.003) and 18.9% after 12 weeks and APO A1 fell by 9,42mg / dl post ACAMP (p = 0.31) and 4,42mg / dl (p = 0.59) after 12 weeks compared with pre. The total NAF increased (16.95%, 172.99 METs) and among the types of households that had higher increases the Leisure is what has improved significantly, both during the week (NAFLDS increase of 26.06%, p <0.001) as the weekend (NAFLFS increase of 14.1%, p <0.001). Hear drop in sedentary time during the week of 1585.71 ± 208.58 to 1408.57 ± 174,10min (p = 0.004) and at the end of the week time decreased from 282.14 ± 41.23 to 240.71 ± 36,17min (p <0.001). The score of sleep quality decreased after 12sem (58.46 ± 4.87 to 50.52 ± 4.63, p = 0.074) and the level of knowledge about health education compared to pre increased 16.7% post ACAMP and 19.12% after 12 weeks (p<0,05). We conclude that five days in a camp and 12 health education meetings, with physical activity and encouraging healthy lifestyle contributed to reducing and maintaining body mass, reduction of cardiovascular risk factors such as high blood pressure at rest, CT, triglycerides. Improves the lifestyle of children, an increase NAF and decreased time devoted to sedentary activities, improves sleep quality and choice for healthier foods.
Keywords: Pressão arterial
Doenças cardiovasculares
Prevenção e promoção da saúde
Saúde das crianças
Educação em saúde
Obesidade
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Escola de Saúde e Medicina
???metadata.dc.publisher.program???: Programa Strictu Sensu em Educação Física
Citation: RAUBER, Suliane Beatriz. Efeito de cinco dias de acampamento de férias e três meses de acompanhamento sobre fatores de risco cardiovascular e estilo de vida em crianças com sobrepeso e obesidade. 2016. 121 f. Dissertação (Programa Strictu Sensu em Educação Física) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/2038
Issue Date: 24-Feb-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SulianeBeatrizRauberDissertacao2016.pdfDissertação3.04 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.