???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/1955
???metadata.dc.type???: Tese
Title: A afetividade na prática de professores de escolas públicas bem-sucedidas em avaliações de larga escala
???metadata.dc.creator???: Silva, Leandro Batista da 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Almeida, Sandra Francesca Conte de
???metadata.dc.description.resumo???: A escola, como instituição transmissora de todo o legado cultural acumulado em séculos pelas diversas sociedades, é um organismo vivo, formado por pessoas historicamente e culturalmente determinadas. Por tais razões, seria extremamente empobrecedor querer pesquisar a complexa trama que se constrói no interior de nossas escolas apenas a partir da letra fria de números ou de índices. Durante o processo de aprendizagem, professor e aluno desenvolvem trocas relacionais, profundamente influenciadas pelas questões da afetividade. A afetividade, não raro, é compreendida, no contexto educacional, de forma contraditória. Por vezes, acredita-se que seja somente emoções (expressões plásticas), ou somente sentimentos (representação psicologizada); não se percebe que emoção e sentimento são, em conjunto com as paixões, as bases da afetividade, não podendo ser, sozinhas, afetividade em si. Também é muito comum que a escola não consiga reconhecer o papel da afetividade na construção do conhecimento, na reorganização do aspecto cognitivo; por conta disso, por vezes, afetividade e cognição são colocadas em polos opostos, não se reconhecendo a primeira como importante fator de influência nas potencialidades (ou nas dificuldades) dos alunos em seus percursos de aprendizagem. Este estudo pesquisou o lugar da afetividade nas práticas de professores de escolas públicas bem-sucedidas em avaliações de larga escala (SAEB e ENEM). Participaram do estudo seis professoras, de três escolas públicas do Distrito Federal, duas escolas estaduais e uma escola federal, que apresentaram índices satisfatórios no ENEM e no SAEB, de acordo com o que preconiza o Governo Federal. Foram realizadas entrevistas com essas professoras, observação direta de suas aulas – durante um semestre – e, após isso, foi realizada uma triangulação dos instrumentos de coleta de dados, a partir da realização de grupos focais com os alunos das professoras colaboradoras. A base teórica são os pressupostos de Henri Wallon. Após a análise e discussão dos dados, constituíram-se os seguintes núcleos de significação e sentido: "O olhar do docente sobre a escola pesquisada e sobre as avaliações de larga escala", "Concepções de afetividade", "Afetividade, interação e prática docente", "Afetividade, aprendizagem e desempenho em avaliações de larga escala". A partir dessa análise, apreenderam-se, no discurso docente, suas concepções acerca da afetividade e de seus efeitos no processo ensino-aprendizagem. Foi possível verificar, também, de que modo a afetividade comparece nas práticas das professoras colaboradoras e termina por influenciar nos resultados obtidos pelos alunos nas avaliações externas. Além disso, foi possível, em todos os núcleos, realizar a comparação da fala das professoras com o que era observado em suas aulas, bem como contrastar essas opiniões com o ponto de vista dos educandos. As conclusões do estudo apontam que as professoras têm uma visão contraditória sobre a afetividade, associando-a ora à emoção, ora ao sentimento (ainda que não percebam essa dualidade). Elas não se dão conta, em seus relatos, de que emoções e sentimentos, tomados isoladamente, não expressam toda a gama possível da afetividade. É perceptível, também, nos relatos das professoras, a crença de que a afetividade interfere nos resultados obtidos nas avaliações em larga escala; isso também comparece no discurso dos alunos. Também chama bastante atenção a questão de as professoras perceberem que os índices das avaliações de larga escala são apenas mais um indicador dos rumos da educação em suas escolas, pois têm consciência de que a preocupaçãocom esses índices não deve superar o empenho e a atenção a um trabalho docente verdadeiramente transformador e capaz de operar mudanças na vida dos discentes
Abstract: The school, as transmitting institution of all the accumulated cultural legacy of centuries by many societies, is a living organism, made up of people historically and culturally determined. For these reasons, it would be extremely impoverished want to research a complex plot that is built inside our schools only from the cold letter numbers or rates. During the process of learning, teacher and student develop relationship exchanges, deeply influenced by issues of affectivity. The affectivity, not rarely, is understood, in the educational context, in a contradictory way. Sometimes, it is believed to be only emotions (plastic expressions), or just feelings (psychologized representation); It is not observed that emotion and feeling are, together with the passions, the foundations of affectivity, and they should not be considered the affectivity itself. In addition to that, it is very common that the school is not able to recognize the role of affectivity in the construction of knowledge, reorganization of the cognitive aspect; for this reason, occasionally, affectivity and cognition are placed in opposite poles, and it not recognized that the first one is an important factor of influence on the capabilities (or on difficulties) of students in their learning pathways. This study surveyed the place of affectivity in the practices of teachers in successful public school in large-scale assessments (SAEB and ENEM). The study included six teachers, three public schools in the Federal District, two state schools and a federal school, which showed satisfactory rates in the ENEM and SAEB, according to which recommends the Federal Government. Interviews were conducted with these teachers, direct observation of their lessons - for half a year - and after that, a triangulation of data collection instruments was held from conducting focus groups with students of cooperating teachers. The research is based on theoretical assumptions of Henri Wallon. After analysis and discussion of the data, it was constituted the following meaning and units of meaning: "The teacher's view of the surveyed school and on large-scale assessments," "Conceptions of affectivity ", " affectivity, interaction and teaching practice ","Affectivity, learning and performance in large-scale assessments." From this analysis, it was seized, in teachers’ speech, their notion of affectivity and their effects on the teaching-learning process. It was also observed how the affectivity appears in the practices of cooperating teachers and ends up influencing the results obtained by students in external evaluations. Moreover, it was possible in all cores, fulfill the comparison of speech of the teachers with what was observed in their classes, and after that, contrast those opinions with the students’ points of view. The results show that teachers have a contradictory vision of affection, sometimes associating it to emotion, sometimes to the feeling (although not realize this duality). They do not realize, in their reports, that emotions and feelings, taken alone, do not express all possible range of affectivity. Also, it is noticeable in the accounts of the teachers, the belief that affectivity interfere in the results obtained in large-scale assessments; similarly, it appears in the speech of students, although teachers can not present, clearly, the situations in which this would occur. It also draws a lot of attention to the issue of the teachers perceive that the rates of large-scale assessments are just another indicator of the education course in their schools because they are aware that the concern with these rates should notexceed the commitment and attention to one teaching truly transformative and able to bring about change in the students’ lives
Keywords: Educação
Afetividade
Concepções docentes
Avaliações de larga escala
Professores
Escolas públicas
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa Strictu Sensu em Educação
Citation: SILVA, Leandro Batista da. A afetividade na prática de professores de escolas públicas bem-sucedidas em avaliações de larga escala. 2016. 186 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2016.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/1955
Issue Date: 14-Mar-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeandroBatistadaSilvaTese2016.pdfTese1.65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.