???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/1950
???metadata.dc.type???: Tese
Title: O triângulo do diabo: família, tédio e violências na escola
???metadata.dc.creator???: Lima, Diogo Acioli 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Gomes, Candido Alberto da Costa
???metadata.dc.description.resumo???: A violência, fenômeno multifacetado que acompanha os seres humanos desde as origens, se desenvolve em cada sociedade com perspectivas e sentidos diferentes. No Brasil, quando este fenômeno se manifesta, vem com ele uma carga moral negativa já arraigada nos conceitos da maioria dos indivíduos, petrificando as múltiplas facetas que podem aflorar das violências. Nas escolas, tais violências aparecem como um fator preocupante devido aos terríveis desdobramentos que podem gerar, como agressões físicas e verbais, dentre outros. Em detrimento disso se fez essencial analisar as possíveis influências entre as alterações do grupo familiar, o aborrecimento na escola e suas relações com as violências praticadas por alunos dos anos finais do ensino fundamental. Neste cenário, a presente pesquisa, de caráter qualitativo, usou o estudo de caso para o suporte metodológico, tendo como técnicas de pesquisa as observações, o grupo focal, entrevistas semiestruturadas e relatos de vida. Os resultados apontaram para um engessamento na ótica da maioria dos adultos ao observarem atos de violências e uma pluralidade de sentidos quando os jovens percebiam o mesmo fenômeno. Isso, em geral, pôde causar uma babel linguística na comunicação entre docentes e discentes, aumentando o problema da violência. A ausência dos pais no cotidiano dos filhos deixava espaços vazios na construção das perspectivas de mundo dos adolescentes, facilitando a aproximação de traficantes e exemplos negativos e incentivando o aluno a cometer atos infracionais. Assim, o exemplo da família se mostrou mais relevante do que a recomposição familiar, no que tange ao aumento e influência dos comportamentos violentos. O último elemento nesta tríade foi o tédio, que fazia proliferar novas violências no ambiente escolar, com brincadeiras que terminavam em brigas ou relações de namoro onde os indivíduos se percebiam como objetos. Neste cenário o uso normatizado da própria violência apareceu como solução para as violências. As lutas marciais, o rap, as atividades extraescolares, as oficinas e o aprendizado da linguagem da violência pela equipe docente incluiu alunos e professores no mesmo baú linguístico, facilitando a comunicação entre estes atores e melhorando o longo convívio. Embora o currículo formal, continuasse carente de sentido, as novas atividades conferiram maior significado à escolarização.
Abstract: Violence is a complex phenomenon since human being origins. It develops in each society according to diverse perspectives and senses. In Brazil violence manifestations tend to arise a negative moral sense underestimating its complexity. School violence leads to major concerns as a result of its serious consequences, such physical and verbal aggressions. This qualitative research project aimed to analyze likely relations among students’ family recompositions, school boredom and violence. It is a case-study of a middle school in a socially vulnerable area in the capital periphery. Research techniques were observation, focus groups, semistructured interviews, and life histories in almost one year immersion process. Results found a gap between teachers’ and students views and concepts on violence, causing further miscommunication and violence. Parents’ relative absence at home contributed to adolescents’ proximity of drug dealers and other criminals. However, recomposed families per se did not show negative impact. On the contrary, violence within families, recomposed or not, contributed to students’ violent behavior. At last, boredom resulting from non-sense academic curriculum from the students’ standpoint often led to jokes, kidding evolved to serious conflicts. This school adopted an effective strategy for facing violence, called here the use of regulated violence. Martial arts, rap, workshops and other extra curricular activities eased communication among social actors. Although the formal curriculum had little change, as a consequence of its regulations, these activities instilled new meanings to schooling.
Keywords: Educação
Violência escolar
Tédio na escola
Adolescência
Família
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Escola de Educação, Tecnologia e Comunicação
???metadata.dc.publisher.program???: Programa Strictu Sensu em Educação
Citation: LIMA, Diogo Acioli. O triângulo do diabo: família, tédio e violências na escola. 2015. 233 f. Dissertação (Mestrado em Conhecimento e Tecnologia da Informação) - Universidade Católica de Brasília, Brasí­lia, 2015.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/tede/1950
Issue Date: 11-Dec-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DiogoAcioliLimaTese2015.pdfTese1.28 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.