Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1711
Type: Dissertação
Title: Conflitos sócio-ambientais na faixa de preservação ermanente da Lagoa Formosa, em Planaltina de Goiás GO
Author(s): Guimarães Júnior, José Carlos 
First Advisor: Faria, Sueli Corrêa de
???metadata.dc.contributor.referee1???: Zachov, Randolf
???metadata.dc.contributor.referee2???: Leite, Laércio Leonel
Summary: Este trabalho aborda conflitos socioambientais existentes na área de preservação permanente da Lagoa Formosa, situada na Área de Proteção Ambiental da Lagoa Formosa, na zona rural do município de Planaltina GO, a 65 km de Brasília e 7 km da sede municipal. As águas da Lagoa servem ao abastecimento da população urbana e, por falta de um plano de ordenamento territorial do município, têm sua integridade ameaçada pela pressão crescente da ocupação antrópica em suas margens. Em desrespeito à legislação, fazendas, chácaras, complexos turísticos e loteamentos contaminam as águas da Lagoa, não somente com agrotóxicos oriundos da atividade agrícola intensiva, em que predomina a monocultura mecanizada da soja e do feijão, como também pela infiltração e transbordamento do esgoto armazenado em fossas residenciais construídas inadequadamente. Os conflitos sócio-ambientais na área de preservação permanente foram identificados a partir da interpretação de imagem LandSat, complementada por visitas de campo. Suas causas foram buscadas na história passada e recente da ocupação do entorno da Lagoa, com base em pesquisa documental e entrevistas semi-estruturadas com personalidades da região. Para caracterizar os conflitos e seus atores, bem como coletar sugestões para a sua solução, foram aplicados questionários em uma amostra significativa de moradores do entorno da Lagoa. Como resultado, detectou-se que a origem dos conflitos pode ser atribuída a falta de conhecimento da legislação ambiental, por 96% dos entrevistados, e dos limites da área de preservação permanente da Lagoa, por 90% deles; falta de fiscalização da área protegida por parte dos órgãos responsáveis pelo cumprimento da legislação ambiental; e a falta de oportunidade de participação da população nas decisões tomadas pelo poder público, no que se refere à conservação dos recursos naturais da região
Abstract: This work approaches existent socio environmental conflicts in the area of permanent preservation in the margins of the Formosa Lake, placed in the Protected Area of Lagoa Formosa, in the rural zone of the municipal district of Planaltina GO (state of Goiás, Brazil), 65 km distant from Brasília and 7 km from Planaltina city. The Lake serves to the drinkwater provisioning of the urban population and, due to a lack of a land use plan for the municipality as a whole, its integrity is threatened by the growing pressure of the anthropic occupation of its margins. In disrespect for legislation, ranches, small farms, tourism complexes and residential lots contaminate the waters, not only with pesticides flowing from a intensive agricultural activity, mainly mechanized monoculture of beans and soybean, but also by soil infiltration and overflow of sewage stored in inadequately built residential septic tanks. The socio-environmental conflicts in the area were initially identified by interpretation of LandSat images, complemented by field observation. Their causes were searched in the history last and recent of the occupation of the Lake surroundings, on the basis of documents analysis and interviews with some local personalities. To characterize the conflicts and their actors, as well as to collect suggestions for their solution, a questionnaire was applied to a significant sample of inhabitants of the area. The detected origin of the conflicts were: a) lack of knowledge of the environmental legislation, by 96% of the interviewers, and of the limits of the area of permanent preservation around the Lake Formosa, by 90% of them; b) lack of fiscalization by the responsible authorities; and c) lack of social participation in the governmental decisions referring the conservation of natural resources
Keywords: proteção ambiental GO (Estado); meio ambiente; conflito social
proteção ambiental
Goiás (estado)
meio ambiente
conflito social
environmental protection
Goiás (State)
environment
social conflict
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Language: por
Parents: BR
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Gestão Ambiental
Program: Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental
Citation: GUIMARÃES JÚNIOR, José Carlos. Conflitos sócio-ambientais na faixa de preservação ermanente da Lagoa Formosa, em Planaltina de Goiás GO. 2005. 64 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2005.
Access Type: Acesso Aberto
URI:  https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1711
Document date: 13-Dec-2005
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Texto Completo.pdf981.36 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.