Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1682
Type: Dissertação
Title: Uma contribuição na análise de viabilidade econômica, social e ambiental no uso do lodo de esgoto na agricultura do Distrito Federal
Author(s): Maia, Marcos de Lara 
First Advisor: Baptista, Gustavo Macedo de Mello
???metadata.dc.contributor.referee1???: Resende, Marcelo Gonçalves
???metadata.dc.contributor.referee2???: Silva, José Eurípedes da
Summary: A destinação final dos resíduos das Estações de Tratamento de Esgotos é uma crescente preocupação mundial. O lodo de esgoto é um produto orgânico do sistema de tratamento de esgoto, potencialmente contaminante, mas que pode ser viável sua utilização de maneira benéfica como a reciclagem agrícola. Devido o lodo de esgoto ser fonte de vários nutrientes (nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre e micronutrientes) e matéria orgânica, a sua reciclagem agrícola ganhou importância estratégica como uma alternativa bem viável para a sua disposição final. A reciclagem agrícola reside na incorporação do lodo de esgoto no solo proporcionando níveis mínimos de matéria orgânica necessários no controle de erosão, na manutenção da produtividade, na recuperação de áreas e solos degradados. Contudo, a viabilidade do uso do lodo de esgoto na reciclagem agrícola depende de fatores sanitários, ambientais, agronômicos e, principalmente, de sua aceitação perante os produtores agrícolas e dos consumidores finais de alimentos produzidos com adubo do lodo de esgoto. A identificação precisa e objetiva das questões econômicas, sociais e ambientais deste passivo ambiental chamado lodo de esgoto dará subsídios necessários para o aperfeiçoamento do planejamento e da gestão pública, que, quando bem aplicado, oferece indicadores que ajudam na condução da tomada de decisão. Esse trabalho propõe apresentar uma contribuição na análise da viabilidade econômica, social e ambiental no uso do lodo de esgoto na agricultura do Distrito Federal. A valoração econômica do lodo de esgoto como fontes de nitrogênio, fósforo, potássio e matéria orgânica, foi feita utilizando-se do método de mercado de bens substitutos e alcançou o valor do lodo fresco, um teor de conteúdo de água de 84%, de R$ 25,36 a R$ 27,32 por tonelada. Contudo, o valor intrínseco alcançado e nem os bons coeficientes de eficiência agronômica comprovados por outros autores não são os fatores determinantes da utilização do lodo de esgoto como insumo agrícola. Além da demanda do produto ser o que rege o mercado, a aceitabilidade pelos produtores rurais e consumidores urbanos tem sido considerada como um dos fatores determinantes para a utilização do lodo de esgoto como adubo na agricultura. Com efeito este trabalho avaliou os níveis de aceitabilidade dos produtores rurais e consumidores urbano, utilizando-se do método de valoração contingente. Como exemplo, obteve-se por parte do produtor rural do Distrito Federal o valor médio de R$ 18,62 a tonelada de lodo de esgoto se fosse tratado e seco, com uma aceitabilidade de 68%. O principal fator positivo de aceitabilidade dos produtores rurais foi a sua viabilidade econômica e o principal fator de rejeição foi o seu cheiro-odor. Obteve-se um índice de 43% de aceitabilidade por parte dos consumidores urbanos do DF. Nojo e a falta de informação do lodo de esgoto como insumo agrícola foram os principais fatores de rejeição por parte dos consumidores urbanos. O alto índice de rejeição em consumir alimentos produzidos com o lodo de esgoto como adubação era esperado, considerando o desconhecimento do assunto abordado e o preconceito natural aos dejetos de origem humana. Houve um incremento de 139% de aceitabilidade do lodo de esgoto em relação aos que inicialmente haviam rejeitado quando o consumidor urbano recebeu informação sobre a utilização do lodo de esgoto na agricultura. Para a gestão do uso do lodo de esgoto na reciclagem agrícola, sugere-se uma maior participação efetiva do produtor rural e do consumidor urbano nas diversas informações tecnológicas, riscos e potencialidades, de forma a dirimir todas as dúvidas quanto ao uso do lodo de esgoto como insumo agrícola e permitir que os produtores rurais e os consumidores urbanos formem uma opinião fundamentada para se decidir quanto a sua aceitação ou rejeição. Novas pesquisas devem ser incentivadas para melhorar a compreensão e a valoração econômica, social e ambiental no uso do lodo de esgoto na agricultura
Abstract: The final destination of the residues of the Stations of Treatment of Sewers is an increasing worldwide concern. The sewage sludge is an organic product of the system of treatment of sewer potentially contaminant but its use can be viable in beneficial way as agricultural recycling. As the sewage sludge is source of several nutrients (nitrogen, phosphorus, potassium, calcium, magnesium, sulphur and micronutrients) and organic matter, its agricultural recycling gained strategical importance as a well viable alternative for its final disposal. The agricultural recycling is in the incorporation of the sewage sludge in the ground providing minimum levels of organic substance necessary in the erosion control, maintenance of the productivity and in the recovery of degraded areas and ground. However, the viability of the use of the sewage sludge in the agricultural recycling depends on sanitary, environmental and agricultural factors and mainly of its acceptance by the agricultural producers and by the final consumers of food produced with seasoning of the sewage sludge. The necessary and objective identification of the economic, social and ambient questions of this ambient liabilities call sewage sludge will give necessary subsidies for the perfection of the planning and public administration, that when applied well, it offers pointers that help in the conduction of the decision taking. This work is a contribution for the analysis of the economic, social and ambient viability in the use of the sewage sludge in the agriculture of the Federal District. The economic valuation of the sewage sludge as sources of nitrogen, phosphorus, potassium and organic matter was done by using the method of market of substitute goods and reached the value of the cool loam, average of 84% water content, from R$ 25,36 to R$ 27,32 per ton. However, the reached intrinsic value the good coefficients of agricultural efficiency proven by other authors are not the determinative factors of the use of the sewage sludge as agriculturist supply. Beyond the demand of the product being what conducts the market the acceptability from agricultural producers and urban consumers has been considered as one of the determinative factors for the use of the sewage sludge as seasoning in agriculture. This work evaluated the levels of acceptability of the agricultural producers and urban consumers by using the method of contingent valuation. It was gotten from the agricultural producer of the Federal District the average value of R$ 18,62 per ton of sewage sludge if was treated and dry, with a 68% acceptability. The main positive factor of acceptability of the agricultural producers was its economic viability and the main factor of rejection was its smell. An index of 43% of acceptability from the urban consumers of the DF was gotten. Mourning and the lack of information of the sewage sludge as agricultural supplies had been the main factors of rejection among the urban consumers. The high index of rejection in consuming foods produced with the sewage sludge as fertilization was expected considering the unfamiliarity of the boarded subject and the natural preconception to the dejections of human origin. It had an increment of 139% of acceptability of the sewage sludge in relation to that initially they had rejected when the urban consumer received information on the use from the loam from sewer in agriculture. For the management of the use of the sewage sludge as fertilization in agriculture, a bigger effective participation is suggested for the agricultural producer and the urban consumer in the several technological information, risks and potentialities to nullify all the doubts about the use of the sewage sludge as agricultural supplies and allow that the agricultural producers and the urban consumers form a based opinion to decide about its acceptance or rejection. New research must be stimulated to improve the understanding and the economic, social and ambient valuation in the use of the sewage sludge in agriculture
Keywords: gestão ambiental; lodo de esgoto como fertilizantes; lodo de esgoto aspectos sociais
gestão ambiental
lodo de esgoto
aceitação
rejeição
valoração contingente
environment management
sewage sludge
acceptance
rejection
contingent valuation
CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA MECANICA::ENGENHARIA TERMICA::CONTROLE AMBIENTAL
Language: por
Parents: BR
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Gestão Ambiental
Program: Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental
Citation: MAIA, Marcos de Lara. Uma contribuição na análise de viabilidade econômica, social e ambiental no uso do lodo de esgoto na agricultura do Distrito Federal. 2006. 137 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2006.
Access Type: Acesso Aberto
URI:  https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1682
Document date: 27-Jul-2006
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcos de Lara.pdf1.76 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.