Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1650
Type: Dissertação
Title: Modelo para valoração de unidades de habitat em terras indígenas : estudo de caso : Ñande Ru Marangatu
Author(s): Miranda, Adilson dos Santos 
First Advisor: Santos, Perseu Fernando dos
Summary: A avaliação de impactos ambientais é a única maneira de mensurar possíveis danos aos meios ambiente em conseqüência do desenvolvimento da atividade econômica. Com esse objetivo, foram elaboradas várias tecnologias de avaliação na segunda metade do século XX. As técnicas de avaliação que se utilizam da relação entre certos requisitos de habitat de uma determinada espécie como ponto de partida são chamados de modelos de habitat, desenvolvidos nos Estados Unidos da América a partir da década de setenta do século passado. A partir desse conceito, foram desenvolvidos mais de 300 modelos de habitat para avaliar a adequabilidade de habitat para fauna e flora. Essa metodologia está em uso no Brasil, ainda que em raros estudos, desde a década de 80 do século passado. Entretanto, os modelos de habitat foram utilizados em poucas pesquisas, cujo fim era avaliar a adequabilidade da fauna e flora no país, sua aplicação, portanto, a populações humanas, sobretudo àquelas consideradas tradicionais, não foi encontrada quer no Brasil quer no exterior. As comunidades indígenas são consideradas tradicionais por terem uma relação profunda com o seu meio ambiente, de modo que qualquer alteração pode afetá-los seriamente. Além disso, há o problema da metodologia usada na delimitação de Terras Indígenas, a saber, não se pode mensurar de forma apenas quantitativa, é imprescindível considerar questões qualitativas como, por exemplo, se uma área destinada tem condições ambientais e culturais para albergar a comunidade demandante. Por isso, defende-se a proposta de aplicar modelos de valoração de unidade de habitat em Terras Indígenas seja na delimitação seja na avaliação de impactos ambientais em Terras Indígenas que estão na área de interesse de projeto de desenvolvimento econômico. Para testar a exequibilidade do modelo, selecionou-se a Terra Indígena chamada Ñande Ru Marangatu , localizada no sul do Mato Grosso do Sul. Essa terra é pleiteada pela comunidade indígena dos Kaiowá Guarani. A proposta do trabalho era investigar se a terra demandada tinha condições ambientais de comportar sua população. A partir do modelo proposto chegou-se a conclusão de que a Terra Indígena Ñande Ru Marangatu está abaixo do potencial ecológico requerido por essa comunidade, pois o índice de adequabilidade de habitat da área é de 0.48, sendo que, para a área de 9317.22 ha, o valor de unidade de habitat é de 4472 HU s. Portanto, para que essa comunidade possa viver segundo seus costumes dentro de uma segurança existencial, tal área deve passar por processo de recuperação ambiental, antes ou durante sua ocupação, por meio de medidas incrementadas pelo Estado junto à comunidade indígena.
Abstract: The assessment of environmental impacts is the only way to measure possible damage to the environment as a result of the development of economic activity. In order to do that, several technologies of assessment were drawn up in the second half of the twentieth century. The evaluation techniques that make use of the relationship between certain habitat requirements of a species as a starting point are called models of habitat; those were developed in the United States of America from the seventies of the last century. From this concept, more than 300 models of habitat had been developed to assess the suitability of habitat for wildlife. This methodology have been used in Brazil, even in the rare studies, since the decade of 80 of the last century. However, the models of habitat were used in a few researches, whose purpose was to assess the suitability of wildlife in the country. Its application, therefore, to the human populations, especially, those that are considered traditional, was not found either in Brazil or in the foreign countries. The indigenous communities are considered traditional because they have a deep relationship to their environment, so any amendment may affects them seriously. In addition, there is the problem of methodology used in demarcation of Indigenous Lands, namely, it is not possible to measure of form quantitative only, it is essential to consider qualitative issues, such as an intended area has environmental conditions and cultural to accommodate the applicant community. Therefore it defends the proposal to apply models of valuation of unit of habitat in Indigenous Lands either in the delineation or in the assessment of environmental impacts on indigenous land that are in the areas of interest of project of economic development. To test the feasibility of the model, it was selected the Indigenous Land called Ñande Ru Marangatu , that is located in the south of Mato Grosso do Sul. This land is claimed by the indigenous community of Kaiowá Guarani . The proposal of the work was to investigate whether the defendant land had environmental conditions to support its population. The proposed model allowed concluding that the Indian Land " Ñande Ru Marangatu is below the ecological potential that is required by that community, since the rate of suitability of the habitat of the area is 0.47, and the value of the unit of habitat, for the area of which size is 9317.22ha,é 4379 HU s. Therefore, so that this community can live in accordance with their customs within an existential security, a process of environmental recovery must be made in such area, before or during their occupation, by means of measures developed by the State with the indigenous community.
Keywords: monitorização ambiental
habitat (ecologia)
avaliação de riscos
ecológicos
desenvolvimento econômico
aspectos ambientais
terras
divisão e demarcação
índios
evaluation of impacts
delimitation
indigenous community
models of habitat
valuation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Language: por
Parents: BR
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Gestão Ambiental
Program: Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental
Citation: MIRANDA, Adilson dos Santos. Modelo para valoração de unidades de habitat em terras indígenas : estudo de caso : Ñande Ru Marangatu. 2012. 96 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Ambiental) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2012.
Access Type: Acesso Aberto
URI:  https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1650
Document date: 27-Jun-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Adilson dos Santos Miranda.pdf1.49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.