???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1173
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: Idoso institucionalizado e a caracterização das instituições de longa permanência no estado do Tocantins
???metadata.dc.creator???: Aguiar, Marleide Alexandre 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Oliveira, Maria Liz Cunha de
???metadata.dc.description.resumo???: O objetivo deste estudo foi determinar o perfil epidemiológico do idoso institucionalizado, delineando os aspectos sociodemográfico, econômico, cultural e de saúde e as enfermidades prevalentes. Quanto ao método, trata-se de estudo epidemiológico com uma série de casos, observacional, transversal e descritivo com abordagem quanti-qualitativa, realizado no período de março a setembro de 2012. Os idosos responderam um questionário sociodemográfico, Mini- exame Estado mental, avaliação da capacidade das AVD e AIVD. Os resultados foram: a amostra foi composta de 27 idosos com idade de 60 anos ou mais residentes, distribuídos em 10 ILPIs. Destes, 23 (85,2%) eram do sexo masculino e 4(14,8% ) do sexo feminino. Constatou-se que a idade média foi de 73,59 anos (±7,12), com a idade mínima de 61 anos, e a idade máxima de 86 anos de idade. Foi observado que a idade média das mulheres era de 80,5 e dos homens 72,43. A renda é de um salário mínimo na maioria dos indivíduos: 26 (96,3%). Nível de escolaridade: 12(44,4%) dos idosos eram analfabetos, 6(22,2%) eram alfabetizados, 5(18,5%) possuíam ensino fundamental incompleto, 2(7,4%) ensino fundamental completo e 1(3,7%) ensino médio incompleto. Quanto à religião, 21 (77,8%) afirmam possuir religião e4 (14,8%) responderam que não; do total, 18(72%) disseram que são católicos e 6(24%) dos idosos disseram são evangélicos. Quanto ao tempo, 9 (33,3 %) estão internados há menos de um ano e 11 (40,7%) recebem visitas uma vez por mês. Em relação às visitas, 16(59,3%) idosos recebem visita da família e 9 (65,3%) recebem visitas de amigos. As doenças mais relatadas foram hipertensão arterial por4(15,4%) nos idosos, e 12(38,1%),além da hipertensão, têm outras doenças, como diabetes mellitus. Os resultados do estudo sugerem a necessidade de efetivação da política do idoso no Estado, de forma que o poder público exerça seu papel de regulador, fiscalizador e executor das ações dessas instituições, avaliando as condições de seu funcionamento, infraestrutura e dos serviços ofertados, para que o idoso se sinta acolhido e seguro.
Abstract: The aim of this study was to determine the epidemiological profile of institutionalized elderly, outlining aspects sociodemographic, economic, cultural and health, disease prevalent. As for the method, it is epidemiological study with a number of cases, observational, cross-sectional and descriptive quantitative and qualitative approach, conducted from March to September 2012. The seniors completed a sociodemographic questionnaire, Miniexame state mental capacity assessment of ADL and IADL. The results were: the sample consisted of 27 elderly aged 60 years or more residents, distributed in 10 NHs,. Of these 23 (85.2%) were male and 4 (14.8%) females. It was found that the mean age was 73.59 years (± 7.12), with a minimum age of 61 years and maximum age of 86 years old. It was observed that the average age of women was 80.5 and 72.43 of men. Rent is a minimum wage in the absolute majority of 26 individuals (96.3%). Level of education: 12 (44.4%) of the elderly were illiterate, 6 (22.2%) were literate, 5 (18.5%) had incomplete primary education, 2 (7.4%) and 1 elementary school (3.7%) finished high school. Regarding religion, 21 (77.8%) claim to have religion and 4 (14.8%) answered no, the total, 18 (72%) say they are Catholic, and 6 (24%) of older evangelicals are told. As to the time 9 (33.3%) are hospitalized for less than one year and 11 (40.7%) are visited once per month. Regarding visits, 16 (59.3%) seniors receive family visits and 9 (65.3%) receive visits from friends. The main illnesses reported were hypertension 4 (15.4%) in the elderly and 12 (38.1%) accompanied by other diseases, hypertension and diabetes mellitus. The results of the study suggest the need for effective policy for the elderly in the state, so that the government exercises its role as regulator, watchdog and enforcer of the shares of such institutions, assessing the conditions of its operation, infrastructure and services offered to the elderly feel welcome and safe.
Keywords: idosos
assistência a velhice
estado
epidemiologia
gerontologia
elderly
long term institution elderly
institutionalized elderly
ilpi
epidemiology
???metadata.dc.subject.cnpq???: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: BR
Publisher: Universidade Católica de Brasília
???metadata.dc.publisher.initials???: UCB
???metadata.dc.publisher.department???: Ciências da Saúde
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia
Citation: AGUIAR, Marleide Alexandre. Idoso institucionalizado e a caracterização das instituições de longa permanência no estado do Tocantins. 2013. 131 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2013.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
URI:  https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1173
Issue Date: 22-Feb-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marleide Alexandre Aguiar.pdf1.85 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.