Export ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1162
Type: Dissertação
Title: A violência institucional praticada contra mulheres idosas usuárias dos serviços de saúde pública do Distrito Federal
Author(s): Galvão, Telmara de Araújo 
First Advisor: Faleiros, Vicente de Paula
Summary: O objetivo geral do estudo é investigar e analisar a ocorrência da violência institucional praticada contra mulheres idosas usuárias do serviço de saúde pública no Distrito Federal nas relações de poder. Trata-se de pesquisa de caráter qualitativo: foram realizados dois encontros com sete mulheres idosas usuárias dos serviços de saúde pública do Distrito Federal, frequentadoras de um Centro de Convivência na Região Administrativa do Guará - Distrito Federal, em novembro de 2011. A análise de conteúdo foi escolhida para interpretação dos dados. A violência institucional se manifesta e se expressa de forma invisível no aparato institucional e de forma diversificada. Há existência de entraves burocráticos e más condições dos serviços de saúde. Estas condições não correspondem com os pressupostos constitucionais do direito à saúde, atendimentos ambulatoriais e períodos de internação que foram relatados como verdadeiros pesadelos, sobretudo, pelo contato com a morte. Ainda se constatou agressões verbais, descaso, demora e onerosidade. No entanto, houve referências a bons atendimentos pessoais, mas não como padrão e sim devido à atenção pessoal de profissionais específicos. A má qualidade foi relacionada à falta de políticas para a saúde como também falta de insumos, punição aos erros na prescrição de medicamentos e à prestação do direito à saúde. A experiência da violência trouxe o impacto do sofrimento e do medo. Na relação com os profissionais constatou-se ora uma boa comunicação, ora uma má comunicação, dependendo do profissional. As sete participantes declararam que encontraram algum tipo de dificuldade no acesso aos serviços públicos de saúde, principalmente referentes ao acesso a exames e medicamentos. O plano de saúde privado é apresentado como uma alternativa ao não acesso à saúde pública, mas está relacionando à capacidade de pagamento e ao êxito no acesso aos serviços de saúde. Considera-se que esforços devem ser desenvolvidos para que o direito à saúde seja assegurado, conforme previsto em lei e que o atendimento seja feito de forma humanizada pela efetivação das estratégias previstas na Política de Saúde da Pessoa Idosa, com atenção às particularidades das mulheres idosas. Desta forma garantindo o melhor acesso a exames de mamografia e a medicamentos de uso contínuo. Os espaços de execução de políticas públicas devem se constituir em locus privilegiado de garantia de direitos.
Abstract: The overall objective of the study is to investigate and analyze the occurrence of institutional violence committed against older women users of public health service at Distrito Federal in power relationships. This is a qualitative survey in which two meetings were held with seven older women users of public health services of the Distrito Federal, attending a Family Center at the Administrative Region of the Guará Distrito Federal, in November 2011. Content analysis was chosen to interpret the data. Institutional violence manifests and expresses itself invisibly in the institutional apparatus and diversified way. There are bureaucratic barriers, poor health services, conditions that do not match the assumptions of the constitutional right to health care, visits and periods of hospitalization have been reported as nightmares, especially by contact with death. Although it was found verbal abuse, neglect, delay, burden. However there were references to good personal care, but not as standard but due to personal attention. The poor quality was related to lack of policies for health as lack of inputs, impunity to errors in prescribing drugs and providing the right to health as a favor. The experience of violence brought the brunt of the suffering and fear. In relation with the professionals was verified both good communication and a lack of communication, dependent on the professional. The seven participants said they found some kind of difficulty in accessing public health services, especially regarding access to examinations and medicines. The private health plan is presented as an alternative to the lack of access to public health, but is related to ability to pay and success in accessing health services. We believe that efforts should be developed so that the right to health is guaranteed, as provided by law and that the treatment is done in a humane way for the realization of the strategies set out in Policy Health of the Elderly, with particular attention to older women asbetter access to mammograms and continual use of drugs. The spaces of implementation of public policies should constitute privileged locus of rights warrant.
Keywords: violência
mulheres idosas
saúde
administração
saúde pública
administração
assistência em instituições
aging
violence against older women
health
institutions
power
health policy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Language: por
Parents: BR
Publisher: Universidade Católica de Brasília
Institution Abbreviation: UCB
Department: Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia
Citation: GALVÃO, Telmara de Araújo. A violência institucional praticada contra mulheres idosas usuárias dos serviços de saúde pública do Distrito Federal. 2012. 110 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Católica de Brasília, Brasília, 2012.
Access Type: Acesso Aberto
URI:  https://bdtd.ucb.br:8443/jspui/handle/123456789/1162
Document date: 21-Jun-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Telmara de Araujo Galvao.pdf1.09 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.